Arquivo da tag: Russia

Porto de Mariel e o retorno da Mãe Rússia

Roberto Lacerda Barricelli*

putin_castro

Quem acompanha meu trabalho desde 2013 talvez tenha lido minha série sobre o Porto de Mariel (clique aqui se não leu). Bem, eu avisei que quando o empreendimento estivesse pronto, devido se tratar de um porto embargado, sem acesso ao principal mercado mundial (Estados Unidos) devido à lei Helms-Burton que pune com 180 dias proibição de atracar nos Estados Unidos, as embarcações que tenham anteriormente atracado em Cuba.

Também avisei que mesmo a capacidade para navios muito maiores existir, tal embargo, o fato de haver mais de 65 portos na região da América Central, caribe e Golfo do México, em pleno funcionamento e com regras adequadas, e não haver nenhuma segurança jurídica em Cuba, posto que, em 1996, havia uma ZPE em Mariel e esta foi desativada do dia para a noite por Fidel Castro, que acusou todos os empreendedores de contrabandistas a serviço do “imperialismo americano”, deixando 120 fundos de investimentos e mais de 200 empreendedores literalmente a ver navios, as únicas empresas que se instalariam lá seriam aquelas bancadas pelo dinheiro dos pagadores de impostos brasileiros (e de outros países), pois prejuízos são socializados, o comércio de drogas das FARC e as indústrias bélicas de China e principalmente da Rússia.

Também avisei que utilizariam o local para trocar armas pro drogas que abasteceriam o mercado consumidor das América, principalmente Estados Unidos, Brasil e México, e o Chinês, além do contrabando de armas para a Coreia do Norte e países aliados aos ideais comunistas, o que relatório da ONU já comprovou em ambos os casos, além do fato de uma semana antes do meu primeiro artigo da série terem aprendido uma carga de armas no canal do Panamá, financiada por Venezuela e protegida por soldados cubanos, disfarçada como carga de açúcar. Isso sem contar que há cabeças das FARC vivendo bem perto do Porto e ZPE de Mariel.

Bem, na época me disseram o seguinte: “as acusações que você faz são muito graves”. Mantenho o que eu disse a época: “não são acusações, mas uma análise dos fatos que leva a prováveis consequências”. Como tudo que eu disse tem ocorrido, agora é foi a vez de Vladimir Putin visitar Cuba e conversar sobre alianças estratégicas, tais como as “fechadas” com nossa presidente, Dilma Vana Rousseff, que abrangem: comércio, tecnologia e defesa. Não me espantará se o comércio e a tal tecnologia estiverem sob a “defesa”, ou seja, ligados a indústria bélica russa que se instalaria em Mariel, onde, por acaso, foi reativada uma base militar russa, da época da crise dos mísseis,

A Rússia também reativou uma base militar no Equador e deve instalar em breve uma na Venezuela. Pergunto: que acordo de “defesa”, feito entre países que apoiam o desarmamento civil, pode beneficiar os cidadãos?  Se você ler meu artigo sobre porte de armas (clique aqui) e verificar as fontes, verá que a Rússia é um dos países mais desarmados do mundo, enquanto possui taxa de homicídios bem acima dos mais armados.

Por que instalar e/ou reativar bases militares no coração da América Latina, justamente em um momento de expansão dos governos bolivarianos? Estaremos presenciando o retorno da Mãe Rússia? A Copa do Mundo de Futebol FIFA 2018 ocorrerá na Rússia justamente no momento que tal país mais quer internacionalizar sua influência, será mera coincidência?

O que é certo é que a Rússia cansou de exercer uma influência local e agora parte com tudo para uma influência global, que em muitos pontos lembra a expansão imperialista soviética e volta seus olhos justamente (como naquela época) para a América Latina, bem cara dos “ianques”. Mas desta vez encontram um ambiente com franca expansão de projetos de governos totalitários bolivarianos e um frouxo na Casa Branca.

*Jornalista, Assessor de Imprensa do Instituto Liberal e Diretor de Comunicação do Instituto Pela Justiça. Colunista do Clube Farroupilha, do Clube Miss Rand, do Epoch Times e do Liber Blog

 

Fontes:

Alerta Total – http://www.libertar.in/2014/02/alerta-total-russia-quer-instalar-bases.html

Neste Blog: 

1 – https://robertolbarricelli1.wordpress.com/?s=Porto+de+Mariel

2 – https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2013/10/09/porte-legal-de-armas-de-fogo-diminui-a-violencia/

Relatório da ONU – http://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=S/2014/147

ONU – http://www.un.org/

Diário do Grande ABC – http://www.dgabc.com.br/Noticia/359151/cuba-pode-ter-tentado-introduzir-drogas-nos-eua

Ucho Info –http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar

Estadão –  http://m.estadao.com.br/noticias/internacional,russia-quer-instalar-bases-militares-em-cuba-e-na-venezuela-diz-ministro,1134910,0.htm

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Dilma e o Porto de Mariel (VI) – A ameaça bélica começou

Dilma-e-Raul-Castro-Kim

Como eu avisei nesta série, inicia-se o processo de tráfico de armas para a Coreia do Norte a partir do Porto de Mariel, financiado com recursos roubados do cidadão brasileiro via BNDES. Sim, financiamos uma verdadeira ameaça a nossa própria liberdade, pois não é de hoje que as ditaduras comunistas se alinham com o objetivo de levar esse nefasto regime aos demais povos.

Não é novidade para ninguém que há um plano para instalação do comunismo/socialismo na América Latina, que começou a ser posto em prática nos anos 1990 com a criação do Foro de São Paulo, com participação fundamental de Cuba, PT, Lula, as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), o MIR (Chile) e tutti quanti.

Quando da reinauguração do Porto e da ZPE de Mariel com o nosso dinheiro eu avisei que um dos fins seria justamente o tráfico de armas para a Coreia do Norte e outros países aliados, como Venezuela, Bolívia. Etc, e grupos comunistas revolucionários, como as FARC, um grupo narcoguerrilheiro responsável por injetar 200 toneladas anuais de cocaína no mercado de drogas.

Agora, um relatório da ONU confirma a utilização do Porto de Mariel para o contrabando de armas à Coreia do Norte. Oras, há poucas semanas um navio venezuelano, com tripulantes armados cubanos foi apreendido no Canal do Panamá com armas em direção à Coreia do Norte. Agora que não há mais esse risco, com a rota bem mais segura proporcionada por Mariel e pelos impostos dos brasileiros, por que utilizariam o Porto de outra forma?

O primeiro passo foi dado. Também já avisei que as FARC utilizarão o Porto de Mariel como rota do narcotráfico internacional, em direção à América Latina, Rússia e China, em troca de armas com a indústria bélica pesada desses dois últimos países e dos próprios traficantes latino-americanos. Também será bem mais fácil escoar drogas até os Estados Unidos.

Outro ponto é a instalação da indústria bélica pesada no próprio Porto, no mínimo de uma logística adequada para elas. Produção? Acho difícil, mas se os componentes chegarem de outros países, com óbvia permissão da Ditadura Castrista, quem sabe a mão de obra não possa ser treinada e receba a especialização necessária. De qualquer forma, compensa, pois líderes das FARC estão logo ao lado, morando tranquilamente na Ilha Cárcere.

A primeira previsão estava certa. O que será que ocorrerá com as demais?

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Relatório da ONU –http://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=S/2014/147

Blog –https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2014/03/08/dilma-rousseff-e-o-porto-de-mariel-iv-uma-ameaca-belica/

Capitol Hill Cubans –http://www.capitolhillcubans.com/2014/03/why-odebrechts-port-was-chosen-for.html

Reaçonariahttp://reaconaria.org/colunas/colunadoleitor/porto-cubano-financiado-por-dilma-e-usado-pra-contrabando-de-armas-para-coreia-do-norte/

Mídia Sem Máscara (Compilação de atas do Foro de São Paulo) –http://www.midiasemmascara.org/attachments/007_atas_foro_sao_paulo.pdf

Veja – http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/fotos-mostram-vida-mansa-de-terroristas-das-farc-em-cuba

Diário do Grande ABC – http://www.dgabc.com.br/Noticia/359151/cuba-pode-ter-tentado-introduzir-drogas-nos-eua

Estadão – http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,dilma-inaugura-em-cuba-porto-financiado-pelo-bndes,1123400,0.htm

Ucho Info – http://ucho.info/governo-da-incompetente-dilma-rousseff-investe-em-cuba-e-abandona-a-infraestrutura-nacional

Ucho Info –http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar

Estadão –  http://m.estadao.com.br/noticias/internacional,russia-quer-instalar-bases-militares-em-cuba-e-na-venezuela-diz-ministro,1134910,0.htm

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Dilma e o Porto de Mariel (V) – Caixa 2 do PT?

dilmalularaulputinfarcforocx2

Como já dissecado nos outros quatro artigos desta série, o Porto e a ZPE de Mariel não passam de embuste para investidores sérios, enquanto alojarão uma base naval cubana, uma base militar russa, indústria bélica pesada e garantir uma rota segura para o narcotráfico financiado pela organização terrorista e narcoguerrilheira conhecida como FARC.

Contudo, me pergunto o que ganham Dilma e o PT com isso, além do fomento às pretensões do Foro de São Paulo? Principalmente em ano de eleições no Brasil!

Bem, em primeiro lugar a empresa escolhida para a construção do Porto e da ZPE de Mariel é a Odebrecht, somente uma das maiores doadoras das campanhas petistas. Fora isso, os US$802 milhões que Dilma garante que chegaram às empresas brasileiras, não possuem a menor transparência.

A presidente Dilma Vana Rousseff afirma que esse montante de US$802 milhões chegou a 50 empresas brasileiras, no entanto não há uma lista e ela não revela quais são essas empresas. Não me surpreenderia se forem doadoras (todas ou a maioria) do PT. Lembrando, que segundo o falso padre Oliverio Medina (cujo verdadeiro nome é Francisco Cadenas Colazzos) garantiu que entregou US$5 milhões das FARC para financiar a campanha presidencial de Lula em 2006.

As FARC, que terão sua rota narcotraficante segura e garantida pelo empreendimento, são doadoras do PT? Pelo visto, sim! O que não é de espantar, posto que o próprio ex-número 2 das FARC, o falecido Raul Reyes, confessou à Folha de São Paulo, em 2003, que presidiu ao lado do ex-número 1, o também falecido Manuel Marulanda Vélez, e de Lula, o Foro de São Paulo por 13 anos (de 1990 até 2003).

Então, parte dos ganhos das FARC com o empreendimento podem retornar aos parceiros? Provavelmente. Dinheiro do narcotráfico com ares de dinheiro “legal” para financiar campanhas do partido do companheiro Lula às eleições 2014. E as empresas bélicas russas? E a própria Rússia, que agora terá um local seguro e estruturado para instalar sua base militar, compensará como a generosidade do governo brasileiro (financiada por nós, cidadãos espoliados)?

Outra dúvida que me surge. Poderia o dinheiro do programa “Mais Médicos”, que fica retido nas mãos dos irmãos Castro, retornar ao PT através da utilização deste para “pagamento” das tais empresas brasileiras que fariam “doações” ao partido? Um esquema “perfeito”, pois o dinheiro volta limpo e “legal”.

Talvez vejamos este ano a maior campanha eleitoral de um partido político na história deste país. O que realmente vem em boa hora, pois Dilma, Lula e PT precisarão de muito capital para financiar a “lavagem” da imagem da presidente, e enfiar pelas goelas dos eleitores estaduais, candidatos como Alexandre Padilha (ao Governo de São Paulo) e Gleisi Hoffmann (Governo do Paraná).

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Mídia Sem máscara – http://www.midiasemmascara.org/arquivos/3832-oliverio-medina-real-e-virtual.html

Entrevista de Raul Reyes à Folha de São Paulo (24/08/2003) – http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u62119.shtml

Mídia Sem Máscara – http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/6976-lula-e-as-farc.html

Ucho Info – http://ucho.info/depois-do-porto-de-mariel-dilma-financiara-zpe-de-us-290-milhoes-em-cuba

Diário do Grande ABC – http://www.dgabc.com.br/Noticia/359151/cuba-pode-ter-tentado-introduzir-drogas-nos-eua

Blog Nota Latina – http://notalatina.blogspot.com.br/2010/05/coronel-nicaraguense-revela-nexos-dos.html

Ucho Info – http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar

Estadão – http://m.estadao.com.br/noticias/internacional,russia-quer-instalar-bases-militares-em-cuba-e-na-venezuela-diz-ministro,1134910,0.htm

Brasil Econômico – http://brasileconomico.ig.com.br/noticias/o-programa-mais-medicos-e-a-maisvalia-cubana_135734.html

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Dilma Rousseff e o Porto de Mariel (IV) – Uma ameaça bélica

dilma-mariel2

Algo que poucos sabem é que o Porto de Mariel foi fundamental para a instalação dos mísseis soviético em Cuba no que ficou conhecido como “A Crise dos Mísseis”, em 1962. Os equipamentos e a matéria prima soviéticos foram “escoados” a partir do Porto de Mariel, que ainda hoje serve de quartel general e base naval em Cuba.

Sim, estamos financiando a construção de uma base naval e bélica em Cuba, no Porto de Mariel, e uma logística segura para a rota do narcotráfico latino americano, principalmente patrocinado pelas FARC, como já afirmei em meu artigo anterior.

A ameaça bélica não consiste apenas na instalação da base naval, mas no fornecimento de logística e rota seguras também para o transporte e comércio ilegal de armamento, principalmente os destinados a ditaduras comunistas sangrentas (desculpe o pleonasmo) como da Coreia do Norte.

Acha “conspiracionismo” da minha parte? Que tal, então, ler a seguinte matéria: http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar. Leu? E então, ainda acha “conspiracionismo”? Se o Porto e a ZPE Mariel estivessem funcionando essa carga seria descoberta? Claro que não. E falo mais, se essas armas vieram da Venezuela e atravessaram quase toda a América Latina, mesmo havendo alto risco de ser descoberta no Canal do Panamá, o que impedirá que empresas bélicas patrocinadas pelo narcotráfico, o terrorismo e governos socialistas/comunistas ditatoriais se instalem na ZPE Mariel e despachem já do Porto de Mariel tal carga, com destino a Coreia do Norte, Laos e até a Rússia?

Sim, a Rússia também. Tanto é que o país quer instalar bases militares sabe onde? Cuba e Venezuela. Com qual propósito a Rússia quer instalar tais bases na América Latina se não para “fazer frente” aos Estados Unidos da América e fornecer proteção a essas ditaduras, talvez fomentando outras através do Foro de São Paulo? Lembra da “Crise dos Mísseis” que falei no começo? Então, qualquer semelhança não é mera coincidência.

E se empresas bélicas russas se instalarem na ZPE Mariel? Olhe que logística! As fábricas de armas e as bases militares lado a lado e em “países irmãos” com recente histórico de comércio de armas. E tudo isso sem ter que gastar praticamente um dólar sequer em estrutura naval, logística e portuária, pois o Brasil já está garantindo isso com o nosso dinheiro, em Cuba.

Toda essa estrutura na cara dos Estados Unidos e com grupos guerrilheiros, terroristas e narcotraficantes que consomem armamentos como água. Até os clientes já estão prontos, como as FARC e ELN na Colômbia, Frente Patriótica Manuel Rodriguez (FPMR) no Chile, Frente Patriótica Moranzanista (FPM) em Honduras e tantos outros. Nessa lista, ainda podemos acrescentar o Movimento Sem Terra (MST) no Brasil, que pretende implantar a “Reforma Agrária” (o roubo de terras dizendo que são roubadas, como se uma acusação de crime justificasse o cometimento de um crime) à força.

Será à toa que membros do MST são treinados em métodos de guerrilha na ilha dos Castro? Que membros do alto escalão das FARC vivem tranquilamente e no luxo por lá? (Sim, no luxo, este destinado só aos amigos de Fidel e Raul).

Bem, temos então um império como a Rússia prestes a instalar bases militares na Venezuela e em Cuba, o Brasil financiando o Porto e a ZPE Mariel com estrutura e logística adequadas para escoamento e transporte de grandes cargas e uma base naval na cara dos Estados Unidos, grupos narcotraficantes, guerrilheiros e terroristas participantes do Foro de São Paulo que são aliados a Cuba como consumidores vorazes de armamento, uma rota segura para o narcotráfico e o contrabando de armamento e histórico recente deste contrabando partindo da Venezuela até Coreia do Norte com proteção e logística cubana.

Acha pouco? Ora, mas tem mais. Cuba está há anos na lista de países que fomentam o terrorismo. E tem aqueles que dirão que o MST enviou seus membros para estudar em Cuba. Cursar medicina, principalmente. Ah é? Então me explique por que esses “alunos” são escolhidos a dedo pelo MST e pelo PT e não são avaliados nem antes nem depois? Porque recebem curso de “agitação social” em Cuba?

Quer mais? Ok. No Mato Grosso, membros do MST e FARC, remanescentes dos Tupamaros e COB receberam treinamento em guerrilha e agitação social, em 2013. A meta era utilizar coquetéis Molotov no desfile de 07 de setembro e no Rock in Rio ano passado.  Será também mera coincidência que o modus operandi do MST é o mesmo das Ligas Camponesas iniciadas no Brasil na década de 40, pelo advogado Francisco Julião (com o qual o atual líder do MST, João Pedro Stedile, teve contato e “trocou experiências”).

Essas organizações todas precisam de armas e agora terão onde as conseguir rápido e com segurança. A Coreia do Norte precisa de armas e agora poderá recebê-las por uma rota segura, sem que haja risco de interceptação como ocorrido no Canal do Panamá.

O Porto de Mariel e a ZPE não possuem qualquer segurança jurídica, ou vantagens econômicas e competitivas para investidores sérios, mas são perfeitos para os fins aqui denunciados e estão localizados no país fomentador do terrorismo e mais influente no Foro de São Paulo, com apoio da Rússia, Venezuela, Bolívia, Equador e financiamento do Brasil.

Quem ainda acredita em conspiracionismo agora?

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Ucho Info – http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar

Estadão – http://m.estadao.com.br/noticias/internacional,russia-quer-instalar-bases-militares-em-cuba-e-na-venezuela-diz-ministro,1134910,0.htm

O Globo – http://acervo.oglobo.globo.com/fotogalerias/a-crise-dos-misseis-em-1961-10298072

A Gazeta do Povo – http://www.gazetadopovo.com.br/mundo/conteudo.phtml?id=1377598

Blog do Coronel – http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2013/07/militantes-do-mst-que-fizeram-medicina.html

A Verdade Sufocada – http://www.averdadesufocada.com/index.php/mst-notcias-92/5924-0409-francisco-julio-o-stdile-de-ontem-

Políbio Braga Online – http://polibiobraga.blogspot.com.br/2013/07/epoca-descobre-base-de-treinamento-da.html

Estadão – http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,dilma-inaugura-em-cuba-porto-financiado-pelo-bndes,1123400,0.htm

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

A questão Ucraniana: uma Guerra Mundial a caminho?

Barack-Obama-Putin-Ucrânia

Acompanho os movimentos dos envolvidos na questão ucraniana. Tanto a invasão da Crimeia, quanto a reação dos Estados Unidos e dos próprios ucranianos. Algumas coisas eu posso afirmar agora:

1 – Obama é um frouxo. Se fosse Reagan, por exemplo, o presidente russo, Vladimir Putin, pensaria no mínimo seis vezes antes de invadir a Crimeia.

2 – Sarah Palin estava correta quando afirmou (quase profeticamente), em 2008, que a conivência de Obama era um convite para que a Rússia invadisse a Ucrânia.

3 – A manutenção da Ucrânia sobre influência (domínio) da Rússia é de interesse também da China e dos países comunistas/socialistas pelo mundo.

A China declarou apoio à Rússia na questão ucraniana, mas por quê? Ora, Rússia e União Europeia brigam pela Ucrânia, pois ambos desejam abrir uma porta comercial para o outro lado. A UE quer uma porta de entrada no leste europeu e diminuir a influência da Rússia, enquanto a Rússia quer manter sua porta de entrada ao ocidente e mantê-la fechada à União Europeia.

No meio disso, interessa à China que a Rússia mantenha o controle da região, pois há acordos comerciais, militares e políticos entre os dois países que dependem dessa manutenção. A consolidação do poder russo na região é a próxima etapa para a expansão de tal poder aos outros continentes, principalmente a América.

A Ucrânia deseja expulsar de vez o ranço comunista e abrir-se para o mundo, enquanto a Rússia deseja impor o eurasianismo de Aleksandr Dugin, mentor intelectual de Putin, e manter o país fechado e dependente. Contudo, uma região da Ucrânia ainda deseja manter laços estreitos com a Rússia, sendo que nessa região o idioma predominante é o russo.

Lembrando-se do que ocorreu na Segunda Guerra Mundial, a Polônia já está em alerta, para evitar ocorrências como o “Massacre de Katyn”, quando forças soviéticas assassinaram mais de 20 mil oficiais poloneses e tentaram se livrar dos corpos na Floresta de Katyn. Os poloneses estão alerta e preparados para agir contra os russos se for necessário.

Não esqueçamos ainda da Coreia do Norte, que pode parecer “morta”, mas ainda possui armamento letal e pode se aproveitar do momento para atacar a Coreia do Sul, sua inimiga e aliada dos Estados Unidos.

Movimentações parecidas com a Grande Guerra? Talvez, mas não vejo a guerra estourar neste momento. Não é interessante para a Rússia entrar em guerra com os Estados Unidos agora, mesmo sendo o conivente e permissivo do Obama na presidência do país. Não é por acaso que a Rússia deu um ultimato às Forças Ucranianas para se renderem à meia noite de 03/03/2014, porém o prazo acabou e nada aconteceu.

A Rússia instalará bases militares em Cuba e Venezuela, logo, se entrar em guerra apenas após isso, terá uma vantagem estratégica muito importante, principalmente no que se refere a Cuba, que está “na cara” dos Estados Unidos. Nova crise dos mísseis? Provavelmente sim, mas o pior é que desta vez não é John Fitzgerald Kennedy, nem Ronald Reagan, o presidente dos Estados Unidos.

Inclusive, a atuação de Obama tem sido patética, sua reação mais viril foi ameaçar o boicote à reunião do G8 que ocorrerá na Rússia, qual a resposta de Putin? “Quem não quiser vir, que não venha”. Fora isso, Obama enviou John Kerry à Kiev (Ucrânia) para oferecer ajuda financeira de US$1 bilhão ao país, outro indício de que os EUA não acreditam em uma investida séria da Rússia, por enquanto.

Navios russos bloqueiam a passagem à Rússia via Criméia, mas isso não significa nada além de pressão dos russos para aumentar a tensão, na tentativa de pressionar EUA e aliados ocidentais a não impor sanções, nem isolar a Rússia diplomaticamente. Ou é só uma manobra para demonstrar força e nada mais.

Neste momento, sabendo que determinada região da Ucrânia é favorável aos laços estreitos com os russos e que outra região (que representa a maioria) é a favor da União Europeia, talvez vejamos a divisão da Ucrânia e o surgimento de outro país, ou “região independente”, mas, por enquanto, essa possibilidade não é discutida (ou pelo menos não há nenhuma informação que aponte o contrário).

Para a União Europeia seria até um bom negocia essa divisão, pois conseguiria a porta de entrada que almeja na região, enquanto a Rússia manteria uma porta aberta para o ocidente também, no entanto, não basta à Rússia manter essa porta aberta para o ocidente, se não conseguir manter fechada a da União Europeia ao oriente.

Essas são as prováveis opções, por enquanto, pois após a instalação das bases militares russas na América Latina é imprevisível o que acontecerá, mas é bem previsível o que pode acontecer.

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Instituto Liberal /RJ http://www.institutoliberal.org.br/blog/situacao-na-ucrania-pura-especulacao/

Voz da Rússia – http://portuguese.ruvr.ru/news/2014_03_03/MRE-russo-China-apoia-a-R-ssia-na-crise-ucraniana-1616/

Folha Centro Sul – http://folhacentrosul.com.br/geral/3820/russia-invade-varias-cidades-ucranianas-e-mundo-reage-a-possibilidade-de-uma-guerra

Terra Notícias – http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/russia-da-ultimato-para-forcas-ucranianas-se-renderem,529e34cc99484410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

Euronews – http://pt.euronews.com/2014/03/02/ucrania-tensao-na-crimeia-com-forcas-militares-olhos-nos-olhos/

IG – Último Segundo – http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2014-03-04/putin-houve-golpe-na-ucrania-e-russia-tem-direito-de-usar-a-forca-se-necessario.html

G1 Mundo – http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/russia-admite-debater-crise-na-ucrania.html

G1 Mundo – http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/navios-russos-bloqueiam-canal-entre-crimeia-e-russia-diz-ucrania.html

G1 Mundo – http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/03/navios-russos-bloqueiam-canal-entre-crimeia-e-russia-diz-ucrania.html

BBC – www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/03/140303_ucrania_poder_militar_rb.shtml

9 Comentários

Arquivado em Uncategorized

O Massacre de Katyn

Da série: “Horrores do Comunismo”

Katyn

O “Massacre de Katyn” ocorreu na floresta que leva o mesmo nome, na Polônia, em 1940. Para entender melhor o ocorrido, antes, exporei alguns fatos.

Primeiro, em agosto de 1939 os Nazistas e os Comunistas Soviéticos assinaram um pacto de não agressão que ficou conhecido como “Pacto Molotov-Ribbentrop”. No pacto assinado os soviéticos ficaram com o Leste da Polônia, Letônia, Finlândia, Estônia e Bessarábia (na Romênia). Os nazistas ficaram com a Lituânia e uma extensa faixa de terra conhecida como “Corredor Polonês”.

No livro: “Stalin – a Corte do Czar Vermelho”, Companhia das Letras, São Paulo, 2006, o historiador Simon Montefiore expõe que após assinarem o pacto, Stalin e Ribbentrop apertaram as mãos, o líder soviético pediu vodka e fez este brinde: “Sei o quanto a nação alemã ama o seu Führer. Ele é um bom sujeito. Gostaria de beber a saúde dele”. O “Führer” era ninguém menos que Adolf Hitler. O pacto foi assinado no próprio Kremlin.

Ora, certamente alguém que brindou à saúde de Hitler não podia ser boa pessoa, nem ter intenções benignas. Isso se confirmou poucos meses depois, em 1940, quando Stalin ordenou oficialmente (e isso está registrado nos documentos do Partido Comunista Russo e nos arquivos oficiais do Kremlin, encontrados e expostos apenas após a dissolução da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, em 25 de dezembro de 1991, com a renúncia do então líder Mikhail Gorbachev) a execução (o assassinato) de oficiais poloneses e civis; entre estes velhos, crianças e mulheres, considerados “sabotadores” e “inimigos”.

Foram executados aproximadamente 25.700 pessoas. Alguns veículos noticiaram em 2010 uma condenação da Câmara dos Deputados da Rússia (DUMA) a Josef Stalin pelo massacre de Katyn, contudo, se equivocaram no número de mortos e chamaram a todos de “oficiais”, pois o termo foi utilizado pela DUMA para definir a todos os executados; o que acarretou no erro cometido por esses veículos ao utilizarem o mesmo termo.

Enfim! Em 1920 a União Soviética tentou invadir a Polônia e foi rechaçada pelas forçar militares polonesas. A ferida no orgulho soviético causada por essa derrota foi uma das maiores motivações de Stalin para ordenar as execuções.

Com a quebra do pacto Molotov-Ribbentrop em 1941, os soviéticos colocaram a culpa pelo massacre na conta dos nazistas. Porém, não só a ordem foi documentada, como no livro já citado há o relato do encarregado por cumprir as ordens, o agente Bloktin (da KNVD, a polícia política soviética, posteriormente KGB). Bloktin relata em documento destinado ao chefe da KNVD à época, o “Promotor” Laurenti Beria, que junto com outros dois camaradas executou 250 poloneses por noite, sendo 4.500 enterrados na floresta de Katyn.

Voltando à condenação de Stalin pela DUMA. O Partido Comunista se recusou (e ainda recusa) a reconhecer o ocorrido e continua a colocar a culpa nos nazistas. Inclusive, o Deputado Viktor Ilyukhin disse: “Como podemos nos desculpar pela tragédia de Katyn se não foi nossa culpa?”. Esse mesmo deputado afirma que os documentos são falsos e que possui provas de que os carimbos utilizados nos mesmos não existiam na época devido à tecnologia utilizada por estes.

Contudo, além de Ilyukhin ser membro do Partido Comunista, também não apresentou até hoje as tais “provas”, sequer citou que os documentos que corroboram a culpa soviética são assinados e (no máximo) selados. O “carimbo” utilizado à época nesses documentos não gravava em tinta, mas sim em cera. Esses “detalhes” Ilyukhin “esquece” de mencionar.

Os fatos históricos documentados provam que Stalin ordenou a execução de mais de 25 mil polacos entre civis e militares, por revanchismo pela derrota de 1920 e também para minar o poder de combate polonês, impedindo que reagissem à dominação soviética.

Por muitos anos os indivíduos que ousassem expor a verdade sobre Katyn eram reprimidos, ou até fuzilados. Mas como todo empreendimento comunista/socialista, a repressão fracassou a verdade veio à tona. Apesar das falácias de Ilyukhin, até o atual presidente russo, Vladimir Putin, um ex-KGB, admite a culpa de Stalin no ocorrido, acompanhado por diversos Deputados, alguns também ex-KGB e até ex-Partido Comunista. Não adianta, negar os fatos jamais os fará deixarem de ser fatos.

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Mídia Sem máscara – http://www.midiasemmascara.org/artigos/cultura/7492-katyn-massacre-comunista-e-midia-amestrada.html

Grupo Inconfidência – http://www.grupoinconfidencia.org.br/

Euronews – http://pt.euronews.com/2013/10/21/russia-nao-foi-condenada-pelo-massacre-de-milhares-de-polacos-em-katyn/

Estadão – http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,russia-culpa-stalin-por-massacre-de-katyn,645767,0.htm

1 comentário

Arquivado em Uncategorized