Arquivo da tag: Foro de São Paulo

Dilma e o Porto de Mariel (VI) – A ameaça bélica começou

Dilma-e-Raul-Castro-Kim

Como eu avisei nesta série, inicia-se o processo de tráfico de armas para a Coreia do Norte a partir do Porto de Mariel, financiado com recursos roubados do cidadão brasileiro via BNDES. Sim, financiamos uma verdadeira ameaça a nossa própria liberdade, pois não é de hoje que as ditaduras comunistas se alinham com o objetivo de levar esse nefasto regime aos demais povos.

Não é novidade para ninguém que há um plano para instalação do comunismo/socialismo na América Latina, que começou a ser posto em prática nos anos 1990 com a criação do Foro de São Paulo, com participação fundamental de Cuba, PT, Lula, as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), o MIR (Chile) e tutti quanti.

Quando da reinauguração do Porto e da ZPE de Mariel com o nosso dinheiro eu avisei que um dos fins seria justamente o tráfico de armas para a Coreia do Norte e outros países aliados, como Venezuela, Bolívia. Etc, e grupos comunistas revolucionários, como as FARC, um grupo narcoguerrilheiro responsável por injetar 200 toneladas anuais de cocaína no mercado de drogas.

Agora, um relatório da ONU confirma a utilização do Porto de Mariel para o contrabando de armas à Coreia do Norte. Oras, há poucas semanas um navio venezuelano, com tripulantes armados cubanos foi apreendido no Canal do Panamá com armas em direção à Coreia do Norte. Agora que não há mais esse risco, com a rota bem mais segura proporcionada por Mariel e pelos impostos dos brasileiros, por que utilizariam o Porto de outra forma?

O primeiro passo foi dado. Também já avisei que as FARC utilizarão o Porto de Mariel como rota do narcotráfico internacional, em direção à América Latina, Rússia e China, em troca de armas com a indústria bélica pesada desses dois últimos países e dos próprios traficantes latino-americanos. Também será bem mais fácil escoar drogas até os Estados Unidos.

Outro ponto é a instalação da indústria bélica pesada no próprio Porto, no mínimo de uma logística adequada para elas. Produção? Acho difícil, mas se os componentes chegarem de outros países, com óbvia permissão da Ditadura Castrista, quem sabe a mão de obra não possa ser treinada e receba a especialização necessária. De qualquer forma, compensa, pois líderes das FARC estão logo ao lado, morando tranquilamente na Ilha Cárcere.

A primeira previsão estava certa. O que será que ocorrerá com as demais?

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Relatório da ONU –http://www.un.org/ga/search/view_doc.asp?symbol=S/2014/147

Blog –https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2014/03/08/dilma-rousseff-e-o-porto-de-mariel-iv-uma-ameaca-belica/

Capitol Hill Cubans –http://www.capitolhillcubans.com/2014/03/why-odebrechts-port-was-chosen-for.html

Reaçonariahttp://reaconaria.org/colunas/colunadoleitor/porto-cubano-financiado-por-dilma-e-usado-pra-contrabando-de-armas-para-coreia-do-norte/

Mídia Sem Máscara (Compilação de atas do Foro de São Paulo) –http://www.midiasemmascara.org/attachments/007_atas_foro_sao_paulo.pdf

Veja – http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/fotos-mostram-vida-mansa-de-terroristas-das-farc-em-cuba

Diário do Grande ABC – http://www.dgabc.com.br/Noticia/359151/cuba-pode-ter-tentado-introduzir-drogas-nos-eua

Estadão – http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,dilma-inaugura-em-cuba-porto-financiado-pelo-bndes,1123400,0.htm

Ucho Info – http://ucho.info/governo-da-incompetente-dilma-rousseff-investe-em-cuba-e-abandona-a-infraestrutura-nacional

Ucho Info –http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar

Estadão –  http://m.estadao.com.br/noticias/internacional,russia-quer-instalar-bases-militares-em-cuba-e-na-venezuela-diz-ministro,1134910,0.htm

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Dilma e o Porto de Mariel (V) – Caixa 2 do PT?

dilmalularaulputinfarcforocx2

Como já dissecado nos outros quatro artigos desta série, o Porto e a ZPE de Mariel não passam de embuste para investidores sérios, enquanto alojarão uma base naval cubana, uma base militar russa, indústria bélica pesada e garantir uma rota segura para o narcotráfico financiado pela organização terrorista e narcoguerrilheira conhecida como FARC.

Contudo, me pergunto o que ganham Dilma e o PT com isso, além do fomento às pretensões do Foro de São Paulo? Principalmente em ano de eleições no Brasil!

Bem, em primeiro lugar a empresa escolhida para a construção do Porto e da ZPE de Mariel é a Odebrecht, somente uma das maiores doadoras das campanhas petistas. Fora isso, os US$802 milhões que Dilma garante que chegaram às empresas brasileiras, não possuem a menor transparência.

A presidente Dilma Vana Rousseff afirma que esse montante de US$802 milhões chegou a 50 empresas brasileiras, no entanto não há uma lista e ela não revela quais são essas empresas. Não me surpreenderia se forem doadoras (todas ou a maioria) do PT. Lembrando, que segundo o falso padre Oliverio Medina (cujo verdadeiro nome é Francisco Cadenas Colazzos) garantiu que entregou US$5 milhões das FARC para financiar a campanha presidencial de Lula em 2006.

As FARC, que terão sua rota narcotraficante segura e garantida pelo empreendimento, são doadoras do PT? Pelo visto, sim! O que não é de espantar, posto que o próprio ex-número 2 das FARC, o falecido Raul Reyes, confessou à Folha de São Paulo, em 2003, que presidiu ao lado do ex-número 1, o também falecido Manuel Marulanda Vélez, e de Lula, o Foro de São Paulo por 13 anos (de 1990 até 2003).

Então, parte dos ganhos das FARC com o empreendimento podem retornar aos parceiros? Provavelmente. Dinheiro do narcotráfico com ares de dinheiro “legal” para financiar campanhas do partido do companheiro Lula às eleições 2014. E as empresas bélicas russas? E a própria Rússia, que agora terá um local seguro e estruturado para instalar sua base militar, compensará como a generosidade do governo brasileiro (financiada por nós, cidadãos espoliados)?

Outra dúvida que me surge. Poderia o dinheiro do programa “Mais Médicos”, que fica retido nas mãos dos irmãos Castro, retornar ao PT através da utilização deste para “pagamento” das tais empresas brasileiras que fariam “doações” ao partido? Um esquema “perfeito”, pois o dinheiro volta limpo e “legal”.

Talvez vejamos este ano a maior campanha eleitoral de um partido político na história deste país. O que realmente vem em boa hora, pois Dilma, Lula e PT precisarão de muito capital para financiar a “lavagem” da imagem da presidente, e enfiar pelas goelas dos eleitores estaduais, candidatos como Alexandre Padilha (ao Governo de São Paulo) e Gleisi Hoffmann (Governo do Paraná).

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Mídia Sem máscara – http://www.midiasemmascara.org/arquivos/3832-oliverio-medina-real-e-virtual.html

Entrevista de Raul Reyes à Folha de São Paulo (24/08/2003) – http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u62119.shtml

Mídia Sem Máscara – http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/6976-lula-e-as-farc.html

Ucho Info – http://ucho.info/depois-do-porto-de-mariel-dilma-financiara-zpe-de-us-290-milhoes-em-cuba

Diário do Grande ABC – http://www.dgabc.com.br/Noticia/359151/cuba-pode-ter-tentado-introduzir-drogas-nos-eua

Blog Nota Latina – http://notalatina.blogspot.com.br/2010/05/coronel-nicaraguense-revela-nexos-dos.html

Ucho Info – http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar

Estadão – http://m.estadao.com.br/noticias/internacional,russia-quer-instalar-bases-militares-em-cuba-e-na-venezuela-diz-ministro,1134910,0.htm

Brasil Econômico – http://brasileconomico.ig.com.br/noticias/o-programa-mais-medicos-e-a-maisvalia-cubana_135734.html

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Dilma Rousseff e o Porto de Mariel (IV) – Uma ameaça bélica

dilma-mariel2

Algo que poucos sabem é que o Porto de Mariel foi fundamental para a instalação dos mísseis soviético em Cuba no que ficou conhecido como “A Crise dos Mísseis”, em 1962. Os equipamentos e a matéria prima soviéticos foram “escoados” a partir do Porto de Mariel, que ainda hoje serve de quartel general e base naval em Cuba.

Sim, estamos financiando a construção de uma base naval e bélica em Cuba, no Porto de Mariel, e uma logística segura para a rota do narcotráfico latino americano, principalmente patrocinado pelas FARC, como já afirmei em meu artigo anterior.

A ameaça bélica não consiste apenas na instalação da base naval, mas no fornecimento de logística e rota seguras também para o transporte e comércio ilegal de armamento, principalmente os destinados a ditaduras comunistas sangrentas (desculpe o pleonasmo) como da Coreia do Norte.

Acha “conspiracionismo” da minha parte? Que tal, então, ler a seguinte matéria: http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar. Leu? E então, ainda acha “conspiracionismo”? Se o Porto e a ZPE Mariel estivessem funcionando essa carga seria descoberta? Claro que não. E falo mais, se essas armas vieram da Venezuela e atravessaram quase toda a América Latina, mesmo havendo alto risco de ser descoberta no Canal do Panamá, o que impedirá que empresas bélicas patrocinadas pelo narcotráfico, o terrorismo e governos socialistas/comunistas ditatoriais se instalem na ZPE Mariel e despachem já do Porto de Mariel tal carga, com destino a Coreia do Norte, Laos e até a Rússia?

Sim, a Rússia também. Tanto é que o país quer instalar bases militares sabe onde? Cuba e Venezuela. Com qual propósito a Rússia quer instalar tais bases na América Latina se não para “fazer frente” aos Estados Unidos da América e fornecer proteção a essas ditaduras, talvez fomentando outras através do Foro de São Paulo? Lembra da “Crise dos Mísseis” que falei no começo? Então, qualquer semelhança não é mera coincidência.

E se empresas bélicas russas se instalarem na ZPE Mariel? Olhe que logística! As fábricas de armas e as bases militares lado a lado e em “países irmãos” com recente histórico de comércio de armas. E tudo isso sem ter que gastar praticamente um dólar sequer em estrutura naval, logística e portuária, pois o Brasil já está garantindo isso com o nosso dinheiro, em Cuba.

Toda essa estrutura na cara dos Estados Unidos e com grupos guerrilheiros, terroristas e narcotraficantes que consomem armamentos como água. Até os clientes já estão prontos, como as FARC e ELN na Colômbia, Frente Patriótica Manuel Rodriguez (FPMR) no Chile, Frente Patriótica Moranzanista (FPM) em Honduras e tantos outros. Nessa lista, ainda podemos acrescentar o Movimento Sem Terra (MST) no Brasil, que pretende implantar a “Reforma Agrária” (o roubo de terras dizendo que são roubadas, como se uma acusação de crime justificasse o cometimento de um crime) à força.

Será à toa que membros do MST são treinados em métodos de guerrilha na ilha dos Castro? Que membros do alto escalão das FARC vivem tranquilamente e no luxo por lá? (Sim, no luxo, este destinado só aos amigos de Fidel e Raul).

Bem, temos então um império como a Rússia prestes a instalar bases militares na Venezuela e em Cuba, o Brasil financiando o Porto e a ZPE Mariel com estrutura e logística adequadas para escoamento e transporte de grandes cargas e uma base naval na cara dos Estados Unidos, grupos narcotraficantes, guerrilheiros e terroristas participantes do Foro de São Paulo que são aliados a Cuba como consumidores vorazes de armamento, uma rota segura para o narcotráfico e o contrabando de armamento e histórico recente deste contrabando partindo da Venezuela até Coreia do Norte com proteção e logística cubana.

Acha pouco? Ora, mas tem mais. Cuba está há anos na lista de países que fomentam o terrorismo. E tem aqueles que dirão que o MST enviou seus membros para estudar em Cuba. Cursar medicina, principalmente. Ah é? Então me explique por que esses “alunos” são escolhidos a dedo pelo MST e pelo PT e não são avaliados nem antes nem depois? Porque recebem curso de “agitação social” em Cuba?

Quer mais? Ok. No Mato Grosso, membros do MST e FARC, remanescentes dos Tupamaros e COB receberam treinamento em guerrilha e agitação social, em 2013. A meta era utilizar coquetéis Molotov no desfile de 07 de setembro e no Rock in Rio ano passado.  Será também mera coincidência que o modus operandi do MST é o mesmo das Ligas Camponesas iniciadas no Brasil na década de 40, pelo advogado Francisco Julião (com o qual o atual líder do MST, João Pedro Stedile, teve contato e “trocou experiências”).

Essas organizações todas precisam de armas e agora terão onde as conseguir rápido e com segurança. A Coreia do Norte precisa de armas e agora poderá recebê-las por uma rota segura, sem que haja risco de interceptação como ocorrido no Canal do Panamá.

O Porto de Mariel e a ZPE não possuem qualquer segurança jurídica, ou vantagens econômicas e competitivas para investidores sérios, mas são perfeitos para os fins aqui denunciados e estão localizados no país fomentador do terrorismo e mais influente no Foro de São Paulo, com apoio da Rússia, Venezuela, Bolívia, Equador e financiamento do Brasil.

Quem ainda acredita em conspiracionismo agora?

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Ucho Info – http://ucho.info/panama-intercepta-navio-norte-coreano-com-armamento-em-meio-a-carga-de-acucar

Estadão – http://m.estadao.com.br/noticias/internacional,russia-quer-instalar-bases-militares-em-cuba-e-na-venezuela-diz-ministro,1134910,0.htm

O Globo – http://acervo.oglobo.globo.com/fotogalerias/a-crise-dos-misseis-em-1961-10298072

A Gazeta do Povo – http://www.gazetadopovo.com.br/mundo/conteudo.phtml?id=1377598

Blog do Coronel – http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2013/07/militantes-do-mst-que-fizeram-medicina.html

A Verdade Sufocada – http://www.averdadesufocada.com/index.php/mst-notcias-92/5924-0409-francisco-julio-o-stdile-de-ontem-

Políbio Braga Online – http://polibiobraga.blogspot.com.br/2013/07/epoca-descobre-base-de-treinamento-da.html

Estadão – http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,dilma-inaugura-em-cuba-porto-financiado-pelo-bndes,1123400,0.htm

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Dilma e o Porto de Mariel (III) – Uma rota segura ao Narcotráfico

porto-mariel-dilma-lula

O que muitos não sabem é que há laços estreitos entre Cuba e o narcotráfico. Principalmente, entre a ditadura castrista e as FARC. Tudo por causa do Foro de São Paulo, que entre 1990 foi presidido por Luis Inácio Lula da Silva, Manuel Marulanda Velez e Raul Reyes, ou seja, o ex-presidente brasileiro e os dois fundadores das FARC.

Contudo, o Foro de São Paulo foi idealizado e sempre contou com forte presença de Fidel Castro. Fidel é figura central e constante do Foro de São Paulo, fundado em 1990. Cuba é praticamente rota obrigatória do narcotráfico na América Latina.

Agora, com o Porto de Mariel, financiado por Dilma Vana Rousseff, não haverá empecilhos apara que Cuba se torne logística das FARC. A droga poderá passar por lá em gigantescos navios e contêineres e desembarcar em outros destinos a partir dos quais seguirão outros rumos.

A inauguração do Porto de Mariel marca a construção de uma plataforma excelente para organizações latino-americanas de narcotráfico.  Lá chegarão mais e maiores contêineres, em navios gigantescos, cheios de drogas e outros ilícitos. Esse comércio ajudará a financiar o grupo narcoterrorista colombiano e a própria ditadura castrista.

Obviamente que a ditadura castrista terá sua parte e não deve ser pequena, ou seja, além de financiarmos uma ditadura sanguinária e terrorista com o nosso dinheiro, ainda ajudamos a financiar um grupo narcoterrorista e guerrilheiro que também despejará recursos no colo de Fidel e Raul Castro.

Não podemos, nem devemos esquecer-nos da entrevista do falecido Raul Reyes, então número dois das FARC, concedida em 2003 ao jornal Folha de São Paulo, onde garante sua proximidade com Luiz Inácio Lula da Silva, dois de seus assessores especiais (Emir Sader e Frei Betto) e o PT. Também não podemos deixar de lado as atas do Foro de São Paulo, onde aparecem claramente os nomes de Raul Reyes e Manuel Marulanda Vélez (então número um das FARC) presidindo o Foro com Lula.

Nessas atas também fica clara a forte presença e a influência cubana no Foro de São Paulo. Todos juntos, com as FARC, que depois Lula disse achar que não passavam de “produtores de azeitonas”. Como pode um presidente da República ser tão “desinformado”, sendo que as informações sobre as atividades das FARC existem em volume na mídia nacional e internacional há anos?

Cuba proporcionará uma logística com a qual os narcotraficantes sempre sonharam e proteção governamental da atividade das FARC. A droga passa por Cuba e daí para a América Central e o México, de onde segue aos Estados Unidos da América.

Não a toa que a “inauguração” do Porto de Mariel contou com a presença de outros dois apoiadores e entusiastas das FARC e do narcotráfico, o presidente da Venezuela e assassino Nicolás Maduro e o presidente da Bolívia e fazendeiro de coca Evo Morales.

Mas e as empresas que devem se instalar na ZPE Mariel? Quais? Ou serão de amigos do PT e, portanto, com suas operações em Cuba financiadas pelo dinheiro dos pagadores de impostos brasileiros, via BNDES, ou então não se instalarão quaisquer empresas no local, pois não há segurança jurídica nenhuma no investimento, posto que, em 1996, havia uma ZPE Mariel que foi desfeita do dia para a noite e deixou centenas de investidores e fundos de investimentos a “ver navios” (com o perdão da piada). Também não haverá saída para os EUA, pois a Lei Helms-Burton pune com 180 dias de suspensão dos portos dos EUA todos os navios que passarem por Cuba. E, por fim, há outras 65 ZPE’s a pleno vapor, estruturadas e mais competitivas na região do Caribe, América Central e Golfo do México, o que torna a ZPE Mariel apenas mais uma entre várias.

Então, para que podem usar a ZPE e o Porto de Mariel? Ora, a primeira para lavagem de dinheiro, caixa dois (principalmente de partidos políticos latino-americanos e ditadores comunistas apoiadores dos Castro), operações de empresas amigas dos Estados totalitários socialistas financiadas pelo dinheiro dos pagadores de impostos desses países e explorar mão de obra em regime análogo ao escravo e que gera lucros à ditadura castrista.

Falo em mão de obra que financia a ditadura cubana, pois os investidores não têm permissão para contratar à vontade e combinar salários. Tudo deve ser acertado com Raul Castro, pois os trabalhadores cubanos terão salários dos quais receberão aproximadamente 10%, sendo os demais 90% retidos pela ditadura (isso lembra um tal de “Mias Médicos”?).

Já o Porto de Mariel, serve para “escoar” os poucos produtos dessas empresas, para seus países de origem e mais meia dúzia de gatos pingados, cargas destinadas aos regimes totalitários de todo o mundo e, principalmente, a produção do narcotráfico. Governos totalitários da América Latina poderão trocar favores e enviar cargas aos governos totalitários de todo mundo. Por exemplo, a Venezuela poderá enviar petróleo, armas e outros à Coreia do Norte, por uma rota segura e utilizando-se de ampla logística.

As FARC poderão escoar sua produção e receber suprimentos diversos de seus parceiros ao redor do mundo. Governos de países geograficamente próximos à Colômbia poderão enviar cargas destinadas às FARC para serem retiradas em Cuba, sem levantar suspeitas, nem efetuarem “doações diretas” no solo colombiano.

Traficantes espalhados pela América Latina poderão retirar suas drogas em Cuba e trazê-las tranquilamente a partir do Porto de Mariel, tornando a operação mais segura. Fernandinho Beira-Mar teria se embrenhado na Colômbia, onde foi ferido e capturado, se houvesse um Porto de Mariel para escoar os produtos? Com certeza não! Sem esquecer que foi graças a tal operação que capturou o narcotraficante brasileiro que foi possível descobrir a ligação deste com as FARC e iniciar investigações de ligações desta com outros grupos narcotraficantes.

É isso que estamos financiando em Cuba. Isso e mais. Mas esse “mais”, eu exporei no próximo artigo. Fiquem atentos!

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Estadão – http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,dilma-inaugura-em-cuba-porto-financiado-pelo-bndes,1123400,0.htm

Ucho Info – http://ucho.info/governo-da-incompetente-dilma-rousseff-investe-em-cuba-e-abandona-a-infraestrutura-nacional

Ucho Info – http://ucho.info/depois-do-porto-de-mariel-dilma-financiara-zpe-de-us-290-milhoes-em-cuba

Ucho Info – http://ucho.info/porto-cubano-embargado-atropelou-governo-dilma-que-tenta-vender-gato-por-lebre

Folha de São Paulo – http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u62119.shtml

Mídia Sem Máscara (Compilação de atas do Foro de São Paulo) – http://www.midiasemmascara.org/attachments/007_atas_foro_sao_paulo.pdf

Diário do Grande ABC – http://www.dgabc.com.br/Noticia/359151/cuba-pode-ter-tentado-introduzir-drogas-nos-eua

Blog Nota Latina – http://notalatina.blogspot.com.br/2010/05/coronel-nicaraguense-revela-nexos-dos.html

Veja – http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/fotos-mostram-vida-mansa-de-terroristas-das-farc-em-cuba

Mídia Sem Máscara – http://www.midiasemmascara.org/mediawatch/noticiasfaltantes/foro-de-sao-paulo/14875-o-que-fizeram-os-cabecas-das-farc-em-cuba.html

Blog do Roberto Lacerda Barricelli (09/02/2014) – https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2014/02/09/relacoes-perigosas-lula-foro-de-sao-paulo-e-as-farc/

Veja – http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/membros-do-partido-de-chavez-distribuem-folhetos-das-farc

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized

O surto dos justiceiros no Brasil

ladrão-amarrado

Está espalhado pelo Brasil o “surto” coletivo por (alguma) justiça. Ocorre que no Brasil o menor infrator tudo pode contra os outros e ninguém pode contra ele. Não fosse isso o suficiente, também temos um governo que fomenta a invasão de terras, a guerrilha, o vandalismo e a coitadização dos criminosos.

O que esperar de um país com 55 mil homicídios anuais (2013)? Políticos e falsos defensores da lei financiam movimentos como o Black Blocs, enquanto o governo apóia a invasão de terras pelo MST e envia membros deste movimento para treinar guerrilha no Mato Grosso, com integrantes das FARC e agentes cubanos.

A população fica/está à mercê dos piores elementos existentes em uma sociedade: os bandidos. O que ocorre no Brasil é consequência do desgoverno estatal, com suas leis absurdas que garantem aos bandidos que a população não está armada e apoio a movimentos terroristas em solo nacional.

Os cidadãos acuados recorrem ao único meio de autopreservação disponível e revidam as agressões de seus detratores. Não à toa vemos todos os dias algum caso de revide, seja individual ou coletivo. Pelo menos seis já foram amarrados a postes e apanharam após tentativas frustradas de agressão criminosa (seja furto, roubo, ou qualquer outro crime).

Em uma sociedade onde as vítimas são punidas e os criminosos vitimizados não poderíamos esperar reações mais brandas. Há ainda quem diga que “ainda bem que o porte de arma não é livre, pois esses justiceiros as utilizariam”. Quem utiliza desse argumento não verifica o índice de criminalidade nos países “mais armados” e “menos armados”, tão pouco os compara. Também não analisa os dados do próprio território brasileiro, onde os Estado com mais portes de armas de fogo possuem os menores índices, seguidos pelos que tem mais registros. Também não verificam que os Estados com o maior crescimento dos registros de armas de fogo são os que têm o maior recuo nos índices de criminalidade. Essas informações estão disponíveis para análise no Mapa da Violência 2013.

Se os cidadãos ordeiros possuem armas, os criminosos pensam “n” vezes antes de cometer um crime que envolva qualquer contato físico com a vítima. Logo, há menos crimes. Se aliado a isso os criminosos forem punidos, então, os “justiceiros” diminuem consideravelmente, ou até somem. Outro fato que é “esquecido” pelos defensores dessa tese de que porte de arma piora a atuação dos justiceiros, consiste em que eles poderiam ter armas ilegais e/ou utilizar armas brancas como facas, espadas, ou pedaços de pau, etc. Se quisessem matar os bandidos, então matariam, com ou sem arma de fogo.

Bem! É no mínimo compreensível o revide dos cidadãos. A legítima defesa não deve ser subjugada a conceitos distorcidos pela turma dos “direitos humanos”. Falam que os criminosos devem ir para a cadeia (quando falam isso), mas ele não vai, se for menor de idade então, não acontece absolutamente nada, no máximo um “pito” dos policiais, pois sabem que não adiantará levar o infrator a delegacia já no máximo será enviado para casa e/ou encaminhado para algum tipo de “tratamento” ou “ressocialização” infrutíferos. O “pito” também não adianta, mas pelo menos é “menos tempo perdido”. Chegamos ao ponto em que não fazer nada “compensa” pelo tempo economizado.

O bandido não é uma vítima da sociedade. Por mais que uma família desestruturada e condições de vida miseráveis possam influir, há quem prefira catar latinha e papelão na rua, capinar quintais e trabalhos diversos, a entrar para o crime. São trabalhos dignos e com uma função social mais importante que a maioria dos demais trabalhos. Entrar para o crime é uma escolha feita por falha de caráter, não por impulsos consumistas encorajados pela sociedade burguesa malvadona.

O surgimento do justiceiro é uma consequência da legítima revolta da sociedade contra os ataques estatais à legítima defesa e o apoio do mesmo Estado aos grupos defensores e vitimizadores dos criminosos; fatos que empurram os cidadãos a uma realidade dominada pela violência, a impunidade dos detratores e a punição das vítimas.

O justiceiro não possui uma falha de caráter e a escolha dele é por se defender como é possível, ou entregar sua vida nas mãos dos bandidos, vivendo acuado e com medo, sem poder usufruir de sua liberdade. E não pense você, leitor, que a solução passe por “mais Estado”, sendo justamente este o causador do problema. É necessário justamente o contrário, ou seja, menos Estado, com revogação do estatuto do desarmamento, fim do apoio aos grupos defensores de bandidos, fim da interferência na propriedade privada alheia e desaparelhamento partidário da polícia e do judiciário.

Enquanto essas mudanças rumo à diminuição do aparelho estatal não ocorrerem, veremos mais casos de bandidos amarrados em postes e o surgimento de mais justiceiros.

E se os cidadãos resolverem amarrar os políticos, corruptos e defensores de bandidos aos postes? Bem, aí faltarão postes, semáforos, hidrantes, orelhões… Do jeito que o Estado atua é mais fácil que removam os postes e proíbam o comércio e porte de cordas, trava de bicicleta, correntes, etc, aos cidadãos, do que diminuir seu tamanho e interferência na vida dos cidadãos para o bem destes, pois o que importa para os burocratas que dominam o maior aparato de coerção já inventado é o bem deles mesmos.

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Mapa da Violência – http://www.mapadaviolencia.org.br/

Homicídios e Juventude no Brasil – Julio Jacobo Waiselfisz – http://mapadaviolencia.org.br/pdf2013/mapa2013_homicidios_juventude.pdf

Blog Ebrael – http://ebrael.wordpress.com/2014/02/12/a-esquerda-os-black-blocs-e-o-apoio-ao-crime/

G1 – http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/noticia/2014/02/homem-e-amarrado-por-vitima-apos-tentativa-de-roubo-em-sidrolandia-ms.html

R7 – http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/adolescente-suspeito-de-roubo-e-espancado-e-amarrado-nu-em-poste-na-zona-sul-do-rio-03022014

Veja – http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/assaltante-e-amarrado-a-poste-em-itajai-sc

Veja – http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/sem-mascara-doacoes-expoem-conexoes-do-black-bloc

Folha Política – http://www.folhapolitica.org/2014/01/jornalista-aponta-treinamento-de.html

Época – http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/felipe-patury/noticia/2013/07/b-base-de-treinamento-da-guerrilha-urbanab.html

Liberdade Econômica (Site) – Nos EUA Obama se espanta ao descobrir que porte de armas diminui o crime  http://liberdadeeconomica.com/home/2013/07/08/nos-eua-obama-se-espanta-ao-descobrir-que-porte-de-armas-diminui-o-crime/

Artigo do Professor John R. Lott Jr., Escola de Direito da Universidade de Chicago –http://www.armaria.com.br/maisarma.htm

“TV Folha” traz aumento da venda de armas no país e greve geral (14/07/2013) – http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/2013/07/1311046-tv-folha-traz-aumento-de-venda-de-armas-no-pais-e-greve-geral.shtml

O Globo – http://oglobo.globo.com/pais/venda-de-armas-ja-supera-nivel-anterior-estatuto-do-desarmamento-8364133

Blog do Roberto L. Barricelli – https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2013/10/09/porte-legal-de-armas-de-fogo-diminui-a-violencia/

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Relações perigosas – Lula, Foro de São Paulo e as FARC

Relacoesperigosas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nega qualquer relação entre si, seu partido (PT) e as Forças Revolucionárias da Colômbia (FARC), uma organização narcoterrorista que pretende instaurar o comunismo na Colômbia através das táticas de guerrilha (como Fidel Castro e Che Guevara fizeram em Cuba e guerrilheiros tentaram fazer no Brasil entre 1961 e 1985).

Contudo, Lula presidiu o Foro de São Paulo junto com os falecidos líderes das FARC, Manuel Marulanda Vélez (o “Tiro Fijo”) e Raul Reyes, de 1990 até 2003, quando assumiu como Presidente do Brasil, com Reyes e de 1990 até 2008 com Marulanda, anos de seus respectivos falecimentos. O próprio Reyes assumiu o contato por longos anos com Lula através do Foro de São Paulo, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, em 24 de agosto de 2003. Quando Tiro Fijo e Raul Reyes morreram (em ações do Governo colombiano contra as FARC), tanto Lula quanto o PT enviaram suas condolências à organização. Inclusive, no XIV Foro de São Paulo, ocorrido em 2004, Lula e diversas figuras petistas ovacionaram Daniel Ortega pelo discurso de lamentação pela morte de Manuel Marulanda Vélez.

Como, então Lula pode negar seu envolvimento com membros do mais alto escalão das FARC? E muito se engana quem acha que as relações pararam após Lula assumir a presidência da república, ou depois da morte de Marulanda Vélez. Tanto, que o falso padre Oliverio Medina (codinome de Francisco Antonio Cadena Colazzos) assumiu (em 2008, após a morte de Marulanda) durante uma festa na chácara “Coração Vermelho”, próxima a Brasília/DF, ter intermediado doação das FARC à campanha presidencial de Lula em 2002. O valor da doação foi de US$5 milhões e consta em relatório da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN). O número do relatório é 0097/3100. Até hoje representantes das FARC participam ativamente do Foro de São Paulo, assim como o ex-presidente Lula.

Rasgando ao meio a Constituição Federal e o próprio estatuto, o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) concedeu status de refugiado político ao falso padre Oliverio Medina, em 2006, após um ano preso, que na Colômbia responde a acusações de terrorismo, assassinato, sequestro e extorsão e que por isso não poderia receber o status. Não satisfeitos em abrigar um terrorista assassino, o Governo brasileiro também concedeu cargo comissionado no Ministério da Pesca a Angela Maria Slongo, esposa do falso padre, em 2007.

Falando em sequestro. As FARC institucionalizaram o ato como parte fundamental de sua guerrilha. Sequestram desde empresários de diversos países (como ocorreu com Abílio Diniz) até senadores e diplomatas.

O ex-presidente Lula se negou a classificar as FARC como um grupo terrorista e se fez ouvir através do ex-chanceler e hoje (pasmem) Ministro da Defesa, Celso Amorim, que fez coro a Lula dizendo: “O Brasil não faz classificação de quais organizações são terroristas e, por isso, não iria discutir se as FARC entram ou não nessa categoria”. Menos de um mês depois, o Governo de Álvaro Uribe, na Colômbia, conseguiu resgatar a ex-senadora Ingrid Betancourt (da “esquerda caviar” francesa) e outros 14 reféns das mãos das FARC, impossibilitando o plano do Governo brasileiro de conseguir a libertação através de negociação direta com os narcoterroristas e dar o crédito a Lula que se afirmaria ainda mais como líder do Foro de São Paulo e na América Latina.

Tanto, que o nosso ex-presidente disse: “Eu espero que as FARC tenham a sensibilidade de participar do jogo democrático e liberar todos os reféns que ainda existem em suas mãos”. Essa posição de Lula significou um recuo estratégico no que costumava pregar sobre os terroristas e narcotraficantes da guerrilha, antes classificada como “organização insurgente”.

Voltando ao Foro de São Paulo! Engana-se quem pensa que a entidade age apenas através da própria organização interna. Diversos líderes contribuem ou contribuíram individualmente e muito para a ascensão do socialismo e do narcotetrrorismo na América Latina. Não só Lula, que podemos considerar o grande expoente, mas também o falecido líder socialista bolivariano da Venezuela, Hugo Chávez (que diferente de Lula fazia questão de expor seus laços de amizade com Manuel Marulanda Vélez e Reyes, lamentando publicamente a morte de ambos e chamando de assassinato) fala sobre o que pensa das FARC e o vídeo do discurso encontra-se no Youtube no seguinte link: http://www.youtube.com/watch?v=BRW-fdcaMfM. A ele juntam-se Fidel Castro e o presidente equatoriano Rafael Correa, todos participantes diretos do Foro de São Paulo (no caso de Chávez hoje o substituto é Nicolás Maduro). Não falarei ainda de Evo Morales (presidente da Bolívia), pois para este precisarei de muito mais espaço do que disponho neste artigo, principalmente por Morales ser cultivador de Coca e grande interessado nas atividades dos narcotraficantes da América Latina.

O Partido dos Trabalhadores do México participa do Foro de São Paulo desde sua XV edição, em 2005, e assumiu manter relações com as FARC através da entidade, em 2008.

Devido a todos esses fatos, o ex-presidente Lula, ainda exercendo tal função, lutou pela “democratização” da entrevista de Raul Reyes à Folha de São Paulo, concedida em 2003. Lula desejava a “retificação” e uma “reconstrução histórica”. Objetivamente falando, Lula queria naquela época mudar o que estava escrito em uma entrevista já concedida e publicada de quase sete anos antes para que servisse ao seu próprio interesse, modificando as palavras de Reyes para que corroborassem o próprio discurso.

Nesse contexto, a palavra “democratização” serve para atenuar o que realmente ocorreria e enganar o cidadão desatento. Uma tática antiga da esquerda, que utiliza termos “politicamente corretos” e “belos” para esconder intenções nefastas.

Um dossiê do “International Institute for Strategic Studies” (Instituto Internacional de Estudos Estratégicos, ou IISS), de 2011, revelou as relações íntimas dos líderes latino-americanos Hugo Chaves (Venezuela), Rafael Correa (Equador) e Lula (Brasil), além de citar “por cima” alguns outros, com as FARC ao ponto de Chávez iniciar uma operação para entrega de US$300 milhões em dinheiro ou em armas às FARC. Tal operação foi interrompida após a morte de Raul Reyes, conta o editor do dossiê, James Lockhart Smith.

Também segundo Smith, um ex-guerrilheiro das FARC testemunhou ao IISS sobre conversas com Ricardo Patiño (político de esquerda e Ministro do governo Rafael Correa, no Equador) sobre a “doação” de dinheiro para a campanha presidencial de Correa em 2009. Inclusive, o ex-guerrilheiro informa que Patiño falou sobre o dinheiro e que conversou com Correa três vezes sem mencionar a questão, mas que o presidente equatoriano mostrava estar bem a par do estágio das conversas.

Entre as propostas de Correa, Chávez (e agora Maduro), Lula (e agora Dilma) e Evo Morales não se vê diferenças gritantes, mas três pontos em comum e fortemente alinhados: controle do mercado, democratização da mídia e combate a pobreza. Nesses pontos leia-se: intervencionismo econômico ferrenho, controle da mídia para imposição de censura a quem não esteja alinhado ao discurso e ações do grupo no poder e distribuição de esmolas sem exigir nenhuma contrapartida válida, nem possibilitar acesso a educação e saúde privadas através de aumento do poder aquisitivo e mérito (este odiado pela esquerda).

Por fim, fica claro que temos uma entidade poderosa e influente que ajuda a desenvolver e manter governos socialistas, intervencionistas e repressivos pela América Latina, que é financiada por grupos terroristas como FARC e MIR (chileno), através do narcotráfico, guerrilha, seqüestros e assassinatos, e da qual participam os principais líderes latino-americanos junto com os líderes dos grupos terroristas mencionados e de outros mais.

São relações perigosas à liberdade dos cidadãos desses países, principalmente Venezuela, Brasil e Equador, e que possibilita uma rede de corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de influências jamais imaginada.

Mas, apesar de presidir o Foro de São Paulo ao lado de todos esses terroristas e manter relações estreitas com eles e políticos bolivarianos como o falecido Chávez, Evo Morales e Rafael Correa, de ter um assessor especial como Frei Betto e o chefe da secretaria geral da presidência da República em seu governo e no atual, Gilberto Carvalho, juntos a Emir Sader na publicação da revista America Libre (em parceria com as FARC e na qual Reyes e Marulanda Vélez foram do Conselho Editorial até suas mortes), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirma desconhecer essas relações, claramente expostas pelos demais, e que pensava que as FARC “se dedicavam à pecuária e que são grandes produtores de azeitonas”. Como sempre, se disse (ainda como presidente) “traído” e que “não sabia de nada”.

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Vídeo do discurso de Hugo Chávez – http://www.youtube.com/watch?v=BRW-fdcaMfM

Vídeo sobre o dossiê do IISS – http://www.youtube.com/watch?v=svEoQapY8Og

Entrevista de Raul Reyes à Folha de São Paulo (24/08/2003) – http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u62119.shtml

Morte de Marulanda é golpe definitivo contra as FARC, dizem autoridades (Folha de São Paulo – 25/05/2008) – http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u405130.shtml

Site do Olavo de Carvalho – http://www.olavodecarvalho.org/semana/100803dc.html

Release sobre o dossiê do International Institute for Strategic Studies (IISS) – http://www.iiss.org/en/about%20us/press%20room/press%20releases/press%20releases/archive/2011-71f3/may-fa17/farc-portuguese-press-release-bde3

Arquivo do dossiê do IISS disponível para compra e download – http://www.iiss.org/en/publications/strategic%20dossiers/issues/the-farc-files–venezuela–ecuador-and-the-secret-archive-of—39-ra–250-l-reyes–39-8716

A Verdade Sufocada – http://www.averdadesufocada.com/index.php/farc-notcias-91/1233-1505-lula-e-as-farc

Coturno Noturno – http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2013/07/lula-junto-com-as-farc-participa-do.html

Blog do Reinaldo Azevedo na Veja – http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/o-video-asqueroso-que-lula-enviou-ao-forum-de-sao-paulo-em-defesa-da-candidatura-de-chavez-mentiras-e-generalizacoes-grosseiras/

Mídia Sem Máscara – http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/6976-lula-e-as-farc.html

Artigo do General da Reserva e Cientista Política Marco Antonio Felício da Silva – http://www.grupoinconfidencia.org.br/sistema/index.php?option=com_content&view=article&id=2222:o-pt-as-farc-e-o-crime-organizado&catid=284:marco-antonio-felicio-da-silva&Itemid=426

Vanguarda Popular – http://www.vanguardapopular.com.br/vanguardapop/noticias/182-farc-e-foro-de-sao-paulo-a-verdade-vem-a-tona-lula-nao-sabia-de-nada

Imagem – Em cima, da esquerda para a direita: Logo do Foro de São Paulo, Logo das FARC, Lula e Marulanda. Em baixo, da esquerda para a direita: Hugo Chávez, Fidel Castro, Evo Morales, Rafael Correa e Raul Reyes. 

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

As FARC e a intelligentzia brasileira

Farc-AmericaLibre

Em 24/08/2003, Raul Reyes, então número dois das Forças Revolucionárias Colombianas (FARC) – Exército do Povo, concedeu entrevista ao jornal Folha de São Paulo. Na entrevista afirma que presidiu reuniões do Foro de São Paulo ao lado do ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e que mantinha contato com este há muitos anos (contato esse que foi temporariamente paralisado quando Lula ganhou as eleições em 2002, mas que em 2003 Reyes e as FARC já retomavam).

Uma parte muito “interessante” da entrevista é quando o jornalista Fabiano Maissonave pergunta: “Fora do governo, quais são os contatos das FARC no Brasil?” e Reyes afirma que as FARC têm contatos com governos, distintas forças políticas, partidos e movimentos sociais. Inclusive cita o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e conta que durante seu governo as FARC tinham uma delegação no Brasil. Nesse momento dois ex-presidentes (um acabara se assumir a época) têm seus nomes citados por Reyes, sendo Lula aquele com a relação mais próxima, segundo o próprio guerrilheiro.

A entrevista continua e o jornalista pede para que o guerrilheiro cite os mais importantes (contatos). Eis a resposta: “Bem, o PT, e, claro, dentro do PT há uma quantidade de forças; os sem-terra, os sem-teto, os estudantes, sindicalistas, intelectuais, sacerdotes, historiadores, jornalistas…”.

Há “forças” dentro do PT, ligadas intimamente ao partido e que se completam. Os sem-teto, o MST e a CUT são forças para manipulação das massas, mas quem legitima tais movimentos? A resposta está dada: estudantes, “intelectuais”, sacerdotes, historiadores e jornalistas, ou seja, a intelligentzia ligada ao PT.

Maissonave pergunta: “ Quais intelectuais?”. Reyes imediatamente dá dois nomes e completa com “e muitos outros”. Quais são esses dois nomes? O sociólogo Emir Sader e Frei Betto (que na época era assessor especial de Lula). E quem são esses “muitos outros”? Poderíamos incluir Marilena Chauí? Jornalistas ligados a veículos como a Carta Capital (de Mino Carta)? “Jornalistas” como Miriam Leitão e Suzana Singer (ombudsman da Folha de São Paulo)? Pseudo-Filósofos como Paulo Ghiraldelli Jr? Bem, não posso afirmar o envolvimento de nenhum destes que não foram citados por Reyes, mas também não posso descartá-los como possíveis integrantes dos “muitos outros”.

Também na entrevista, Reyes nega a ligação dar FARC com o narcotráfico e diz que “apenas cobramos impostos”. Cobram impostos dos narcotraficantes em troca de proteção aos negócios (principalmente proteção contra as FARC) e não há envolvimento? Quando questionado sobre a ligação das FARC com Fernandinho Beira-Mar diz que desconhece esse envolvimento. Ora, não nega que haja, mas afirma que desconhece. Só o que afirma é que a “cocaína é um veneno”. Não me diga? Ainda diz que a Colômbia tem diversos Departamentos (Estados) com presença das FARC e que, por isso, seria fácil encontrar Beira-Mar e qualquer outro em um território da organização. De novo, não nega, nem confirma.

Contudo, a “Operação Gato Negro” encontrou Beira-Mar em território protegido pelas FARC, dentro da selva no sudeste da Colômbia.  As forças colombianas encontraram o narcotraficante brasileiro em 2001. Após o incidente, um desertor das FARC e ex-tesoureiro da organização, Tomás Molina Caracas (o “Negro Acácio”) disse à TV Caracol que foi enfermeiro de Beira-Mar quando este foi ferido na selva durante a Operação Gato Negro. Também afirmou haver estreitos laços entre Beira-Mar e as FARC.

Em abril de 2001, a Revista Istoé publicou um documento apreendido com Beira-Mar que comprova a ligação deste com as FARC. Inclusive, mostra como operavam. O narcotraficante trocava armas por toneladas de cocaína das FARC. E Reyes afirmou em 2004 não haver relação alguma das FARC com o narcotráfico? Ainda acusou o presidente colombiano, na época Álvaro Uribe, de caluniar e difamar a organização, obrigando as autoridades a falarem o que ele quisesse.

Ainda na relação das FARC com a inteligentzia brasileira. Emir Sader e Frei Betto produzem com apoio das FARC, do PT e de Lula a revista America Libre. Na revista, defendem seus interesses e sua ideologia, o comunismo. Também atacam instituições diversas como o Exército brasileiro, o governo da Colômbia (mesmo o atual mantendo supostos diálogos pela paz com as FARC), os Estados Unidos e tantos outros que não corroboram com seus planos, arquitetados desde a fundação em 1990 do Foro de São Paulo, presidido por Lula e Reyes.

Até 2004, o então chefe de gabinete de Lula e hoje ministro-chefe da Secretaria Geral, da presidente Dilma Rousseff, Gilberto Carvalho, aparecia no Conselho Editorial da America Libre, ao lado do fundador e ex-comandante (número 1) das FARC, Manuel Marulanda Velez (conhecido também como “Tiro Fijo”) e também do ex-deputado e advogado dos mensaleiros presos, Luiz Eduardo Greenhalg (que defende controlar a criminalidade através do desarmamento do cidadão honesto e ordeiro que deseja se defender).

Fica clara a existência de uma ralação íntima das FARC com o Foro de São Paulo, Lula, o PT, a intelligentzia brasileira, movimentos que se dizem sociais (mas que pretendem semear o caos e fomentar um luta de classes visando à implantação do socialismo no Brasil) e governos de outros países. E disso falarei com mais propriedade em artigo futuro.

Os falsos intelectuais brasileiros compactuam com uma organização narcoterrorista e participam da instituição mais poderosa para implantação do socialismo: o Foro de São Paulo, que demorou quase 15 anos para aparecer na grande mídia. Mas se perguntarmos qualquer coisa a Lula sobre essa relação, a resposta será a mesma dada quando questionado sobre o Mensalão. Não é porque um ex-presidente diz não saber de nada, quando os fatos mostram que sabe muito, que devemos seguir a mesma linha e fingirmo-nos de cegos, surdos e mudos.

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

Artigo do General da Reserva e Cientista Político Marco Antonio Felício da Silva – http://www.grupoinconfidencia.org.br/sistema/index.php?option=com_content&view=article&id=2222:o-pt-as-farc-e-o-crime-organizado&catid=284:marco-antonio-felicio-da-silva&Itemid=426

Folha de São Paulo – Entrevista com Raul Reyes (24/08/2003) – http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u62119.shtml

Nota: Tanto Raul Reyes quanto Manuel Marulanda Velez morreram durante ações das forças colombianas contra as FARC. O PT e Lula lamentaram ambas as mortes e enviaram cartas as FARC expressando tal lamentação – http://www.iiss.org/en/about%20us/press%20room/press%20releases/press%20releases/archive/2011-71f3/may-fa17/farc-portuguese-press-release-bde3

Vanguarda Popular – http://www.vanguardapopular.com.br/vanguardapop/noticias/182-farc-e-foro-de-sao-paulo-a-verdade-vem-a-tona-lula-nao-sabia-de-nada

Coturno Noturno – http://coturnonoturno.blogspot.com.br/2013/07/lula-junto-com-as-farc-participa-do.html

Mídia Sem Máscara – http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/6976-lula-e-as-farc.html

Revista Exame – http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/governo-colombiano-e-farc-iniciam-debate-sobre-narcotrafico?page=2

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized