Libertários devem prestar concursos públicos

anarcocapital

Um dos passos fundamentais para a esquerda estar hoje no poder, no Brasil, começou pelo aparelhamento do funcionalismo público, pois assim mantém-se uma eterna massa de manobra que se pode ora jogar para cá e ora jogar para lá. Falou em privatização? Bora fazer greve rapaziada e/ou depredar o patrimônio alheio, ou pior, o que foi construído e é mantido com o dinheiro de nossos impostos e será reformado com o mesmo. Tem gente que adora um prejuízo.

Mas, infelizmente, para qualquer projeto político de longo prazo, como eliminar o próprio Estado, primeiro, precisamos nos infiltrar no funcionalismo público, pelas seguintes razões:

1 – Acabar com uma das massas de manobra mais poderosas da esquerda (se não for a mais poderosa)

2 – Diminuir os danos causados por funcionários com mente estatista e jogados na massa, dentro do que conseguirmos (não nos esquecendo das milhares de regulamentações internas que engessam o próprio sistema)

3 – Facilitar ações de longo prazo como as privatizações da saúde e educação públicas, pois libertários estão lá dentro

4 – De quebra, ainda temos a oportunidade de recuperar parte do que nos foi roubado, apesar de que o roubo continuará, pois continuaremos sujeitos a inúmeros impostos.

O mais importante é a quebra da hegemonia da esquerda e a introdução do libertarianismo dentro do funcionalismo público e, se possível, na mente dos funcionários públicos. A possibilidade de eliminar o Estado através dele mesmo não pode ser descartada, ao contrário, devemos aliá-la às ações que visam obter o mesmo efeito, porém de fora para dentro.

Dentro do que a malha regulamentatória permitir, os libertários podem e devem agir, buscando diminuir os danos e o próprio Estado. Quebrar o máximo de burocracia, combater a corrupção de dentro do próprio funcionalismo público e levar uma mentalidade de mercado para dentro desse.

A esquerda perde essa massa de manobra e o sindicalismo, que serve muito bem aos donos do poder, leva um duro golpe. Podemos tornar os efeitos das greves insignificantes e até minar o poder dela, ou seja, chega de aumentos de salário, benefícios, etc, para todos, independentemente da qualidade do trabalho de cada profissional.

Cada vez que há uma greve e parte das reivindicações são atendidas, ocorre o aumento do custo estatal e consequentemente do próprio Estado. Quem paga por isso? Os “contribuintes”, claro. Se pudermos eliminar esse efeito, no mínimo, frearemos parte da expansão estatal e abriremos caminho para a diminuição do Estado.

Será bem mais fácil privatizar todo o funcionalismo público ineficaz e caro que temos hoje no Brasil (se não acredita em mim, que tal ler a pesquisa da Bloomberg? Ou então o Índice de Retorno em Bem Estar à Sociedade, vulgo IRBES). Ora, por exemplo, enquanto as cidades de São Paulo e Porto Alegre gastaram (em média) mais de R$1.000,00 ao mês por aluno da rede municipal de educação (Lei Orçamentária Anual 2013 e 2014, respectivamente para cada cidade) o custo destes em colégios privados de melhor qualidade ficam abaixo de R$900,00, desde que haja desoneração do setor de educação.

A diminuição de alunos na rede municipal diminui o Estado já no curto prazo, pois os alunos migram para escolar particulares melhores e as públicas fecham ou são privatizadas. E se somada a desregulamentação do setor, através da livre concorrência há aumento da qualidade dos serviços e diminuição dos preços, o que sustenta a diminuição do Estado no longo prazo (constante). Mas como alcançar isso se os funcionários públicos (em maioria) são contra? Se eles fazem greves e pedem por mais e mais Estado?

Podemos aplicar o mesmo conceito aos demais setores como saúde, bancário, petróleo, etc. Inclusive, as empresas que são utilizadas para gerar caixa para o próprio Estado e maquiar as contas, como a quebrada Petrobras, geram “lucros” aos acionistas (principalmente o maior deles, o Estado) enquanto o prejuízo (como o endividamento superior ao próprio valor de mercado da empresa) é pago pelos troux… digo, contribuintes.

Agora, se o funcionalismo público nessas empresa é de maioria libertária, podemos mais facilmente lutar pelas privatizações das mesmas com o apoio dos próprios funcionários, o que acaba com a relação “lucro estatal/privado e prejuízo socializado”. Posso, então, acrescentar um quinto motivo para libertários prestarem concursos públicos:

5 – Acabar com a socialização do prejuízo das empresas estatais

Se, por acaso, lembrar de mais algum bom motivo, produzirei outro artigo dentro deste tema. Fico aberto a sugestões via Fale Conosco aqui do Blog.

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

IRBES – Índice de Retorno em Bem Estar à Sociedade –https://www.ibpt.org.br/img/uploads/novelty/estudo/787/ESTUDOFINALSOBRECARGATRIBUTARIAPIBXIDHIRBESMARCO2013.pdf

Pesquisa Bloomberg –http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2013/09/brasil-e-o-bultimo-em-rankingb-sobre-eficiencia-de-sistemas-de-saude.html

BBC Brasil – Dívida e geração de caixa da Petrobras preocupam mercado –http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/10/131023_leilao_petrobras_pu_lk.shtml

Estadão Economia – http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,petrobras-e-a-empresa-com-mais-dividas-no-mundo,1087347,0.htm

Blog –https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2013/10/25/orcamento-do-ministerio-da-saude-pagaria-plano-privado-ao-assistidos-pelo-sus-no-pais/

Blog –https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2013/10/16/saude-publica-e-mais-cara-e-inferior-a-particular-no-municipio-de-sao-paulo/

Blog –https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2013/11/27/paises-com-maiores-impostos-nao-possuem-melhor-retorno-a-populacao/

Blog –https://robertolbarricelli1.wordpress.com/2013/10/11/escolas-municipais-de-sao-paulo-custo-superior-e-qualidade-inferior/

Clube Farroupilha –http://clubefarroupilha.com/2014/03/29/escolas-municipais-de-porto-alegre-custo-superior-e-qualidade-inferior/

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

3 Respostas para “Libertários devem prestar concursos públicos

  1. Olá,

    Meu nome é André, tudo bem?”

    Gostaria de fazer uma pergunta.Você usa bastante o Instagram,Facebook e Youtube?

    Estaria interessado em aumentar os seguidores e curtidas de seu perfil e Views para seus videos no Youtube?

    Acho que posso te ajudar.

    Aguardo sua resposta.

    Obrigado.

  2. Pingback: Postagens da Semana 11 - Academia Econômica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s