Glórias aos falsários

falsário

As vezes é difícil ser você mesmo

Sem falácias ou máscaras

Apenas um rosto limpo

De expressões e inexpressões puras

Não ser uma farsa é árduo

Abre-se mão de mordomias

Não lhe idolatram, sequer chamam

Preferem a companhia de quem engana

A verdade só interessa se deturpada

Meias verdades? Mentiras completas

Verdades? Sinônimo do que não querem ouvir

Nem ler, sentir, sequer desconfiar

Vem as agressões e ataques

Daqueles que só aceitam a concordância

Com inverdades disseminadas

Ao falsário, tudo, aos sinceros, nada

Por Roberto Lacerda Barricelli

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s