O capitalismo salvando vidas (Parte 3) – SBT, AACD e o Teleton

Em 2013 a livre iniciativa provou mais uma vez o quão pode fazer pelo país, através de algo que graças a ela existe desde 16 de maio de 1998: o Teleton. A parceria entre SBT e AACD deu origem em 1998 ao Teleton Brasil, arrecadando em seu primeiro ano R$14.855.000,00.

A AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) foi fundada em 1950, através da livre iniciativa do Dr. Renato da Costa Bonfim. O começo foi em dois sobrados na Rua Barão de Piracicaba, no centro do Município de São Paulo. Atualmente realiza mais de 6.400 atendimentos ao dia em 13 unidades pelo Brasil, entre crianças, jovens e adultos.

Porém, as dificuldades financeiras levaram a AACD a procurar ajuda. Durante o Teleton 2013, o jornalista Cesar Filho contou que a AACD apresentou o projeto para vários canais, instituições e para o Governo, sendo que todos bateram a porta na cara. Quando apresentaram para o empresário e apresentador Silvio Santos, dono do SBT, ele não só aderiu à idéia como resolveu tirar sua programação do ar por 24 horas para realizar o Teleton.

Desde então diversas pessoas e empresas doaram através do Teleton desde R$5 até milhões de reais para ajudar na ampliação de manutenção da AACD. Destaque para a doação de R$7,7 milhões do Itaú Unibanco Holding na edição de 2010 (a 12ª).

Nesses 16 anos de existência o Teleton arrecadou R$290.260.194,00 para a AACD, possibilitando a expansão, manutenção e sobrevivência da entidade.

TabelaTeleton

Mas qual o motivo das empresas doarem para o Teleton? Até o empresário Eike Batista doou R$1,26 milhão em 2010. Os empresários são bonzinhos? Não! Ocorre que doar ao Teleton faz bem à imagem dessas empresas, logo, é bom para os negócios. Algo que Adam Smith disse a mais de dois séculos em seu livro “A Riqueza das Nações”, de 1776: “Orientando sua atividade de tal maneira que sua produção possa ser de maior valor, [o empreendedor] visa apenas seu próprio ganho e, neste, como em muitos outros casos, é levado como que por uma mão invisível a promover um objetivo que não fazia parte de suas intenções… Ao perseguir seus próprios interesses, o indivíduo muitas vezes promove o interesse da sociedade muito mais eficazmente do que quando tenciona realmente promovê-lo”.

Se pensarmos no bem que faz a imagem do SBT e o IBOPE que é conseguido no período do Teleton, a exposição dessas empresas doadoras é ainda maior o que favorece ainda mais as gordas contribuições.

Inclusive, conto agora uma história “pessoal”. Um grande amigo meu estourou feio o joelho há alguns anos durante um jogo em dividida com o defensor da outra equipe. Não encontrando na saúde pública meios de se reabilitar e ter qualidade de vida foi apresentado a um médico (o qual me fugiu o nome) que lhe disse duas coisas:

1 – “Se fosse em outro país, eu utilizaria a técnica ortomolecular (que no Brasil é proibida)”.

2 – “Reconstruirei seu joelho com outra tecnologia, porém só uma instituição dentro das suas condições  no Brasil possui equipamentos que me permitam empregar tal tecnologia, a AACD. Não há como fazer isso na Rede Pública”.

Por fim, meu amigo teve o joelho reconstruído por esse médico na AACD, se tratou e hoje joga futebol comigo às sextas-feiras. Inclusive, ele joga muito bem, diferente de mim, que sou perna de pau, ou o famoso “Beque de Fazenda”.

A AACD mudou e continua a mudar a vida de muitas pessoas (para melhor é claro) que sem ela não conseguiriam o tratamento adequado na rede pública e hoje estariam inválidas, ao invés de se reinserirem no mercado de trabalho, ou no mínimo terem uma vida digna e com qualidade aceitável, como é o caso de milhares de crianças atendidas pela entidade diariamente.

Eis mais uma prova de que o capitalismo ajuda a salvar vidas, ou no mínimo melhorar a qualidade de vida e reabilitar muitas pessoas, não através das intenções da AACD, mas ao percebermos as intenções do próprio Silvio Santos que retira sua programação do ar por mais de 24 horas e das empresas que doam anualmente, possibilitando que a entidade continue respirando e ajudando milhões de pessoas todos os anos.

Por Roberto Lacerda Barricelli

Fontes:

1– SBT:

http://www.sbt.com.br/teleton/sobreoteleton/

http://www.portalsbtista.com.br/2011/08/especial-ritmo-de-festa-sbt-30-anos_4776.html

2 – Saúde Web – http://saudeweb.com.br/40051/com-teleton-hospital-da-aacd-tera-r-269-mi/

3 – AACD – http://www.aacd.org.br/unidades.aspx

4 – Portal O Planeta TV – http://oplanetatv.clickgratis.com.br/noticias/bastidores/teleton-2013-supera-meta-e-chega-a-r-26907055.html

5 – Instituto Ordem Livre – http://www.ordemlivre.org/tag/mao-invisivel/

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

2 Respostas para “O capitalismo salvando vidas (Parte 3) – SBT, AACD e o Teleton

  1. joão

    péssima citação de adam smith. fora de contexto.
    Gostaria de saber como foi o procedimento para reparar o joelho do seu amigo pela aacd

    • As empresas, através do desejo egoísta de se autopromoverem, doam no Teleton e acabam promovendo o interesse da sociedade, que não era sua intenção. Se isso é fora de contexto, então você precisa estudar mais sobre Adam Smith antes de falar sobre ele, chama-se honestidade intelectual.

      Não sei o nome do procedimento, apenas que o joelho foi reconstruído com material sintético bem resistente, tanto que, segundo ele, o médico disse que se fosse para se preocupar com o joelho, que fosse com o outro, pois o operado estava novo e “de ferro”.

      Grato,

      Roberto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s